O sítio da ACTACS usa cookies. Deve dar o seu consentimento para permitir esse uso. Para saber mais leia a política de privacidade.
 

Está aqui: Início » Notícias » A caminho de Santiago - Notícia Mensageiro de Bragança

A caminho de Santiago - Notícia Mensageiro de Bragança

Peregrinos começam viagem a pé no final de Março, estando a programar todo o percurso. Por dia, deverão percorrer, no mínimo, 25 quilómetros

É uma das peregrinações mais antigas do mundo. Os antigos tomavam-na como quase obrigatória. Dizia-se nos lugares “quem não vai lá em vida vai depois da morte”. Trata-se de percorrer, a pé, o caminho que leva a Santiago de Compostela, terra onde teria chegado para evangelizar na fé cristã São Tiago, um dos 12 Apóstolos de Jesus. Se, para quem vem do Norte, o chamado “Caminho Francês” é o mais conhecido, para quem vem do sul a “Via da Plata” é o percurso seguido, durante muitos séculos. “A “Via da Plata”, que significa “Via Larga”, não tem tradução, é o mais antigo Caminho de Santiago e passa em Bragança, passa no centro da cidade, vindo de Sevilha”, explicou-nos Graça Pombo, da Associação Cultural Transmontana dos Amigos dos Caminhos de Santiago. O caminho, que de noite é seguido pela grande estrada estrelar que compõe a vila láctea, também conhecida como “estrada da Santiago”, este caminho passa a nordeste de Portugal, pelo centro da cidade de Bragança, por Castro de Avelãs, seguindo em direcção de Vinhais e entra de novo em Espanha. Durante alguns anos a grande estrada foi caindo no esquecimento, pelo menos neste Nordeste português. No entanto, Associação Cultural Transmontana dos Amigos dos Caminhos de Santiago que está a organizar a terceira peregrinação a pé pela “Via da Plata”, está a contribuir para a sua redinamização e divulgação. “Neste momento o caminho já está marcado. Até à Galiza havia muitos sítios que não estavam marcados. Este ano já começámos a fazer as marcações”, explicou Graça Pombo ao Mensageiro de Bragança.